Refundação Comunista

Quem somos
A Refundação Comunista é um partido político brasileiro autônomo e laico.

Surge em outubro de 2005, como resultado da longa, dura e rica trajetória que, há cerca 25 anos, com altos e baixos, êxitos e derrotas, vem cumprindo uma das vertentes surgidas com a fragmentação do movimento comunista brasileiro a partir da década de 1960.

A RC reafirma sua origem histórica e “sua identidade com a vertente ideológica cujo fio vermelho vem da Liga de 1847-52, passa pela Comuna de Paris, anima os momentos avançados da Segunda Internacional, regenera-se na Revolução de Outubro, instala-se no Brasil em 1922, joga um papel importante no movimento operário brasileiro durante décadas e depara, hoje, com um desafio imenso”.
Vídeos
Notícias recentes
  • ENFRENTAR E REVERTER O RETROCESSO CONSERVADOR – Resolução sobre conjuntura nacional
    I – A correlação de forças Os contornos mais gerais da luta de classes permanecem os mesmos: a conjuntura se desenvolve em um quadro de crise político-institucional, defensiva do campo democrático-popular e predomínio multilateral das forças reacionárias. A marcha golpista, que destituiu a então Presidente da República com o concurso das próprias instâncias públicas de Poder, ainda segue o curso com certo fôlego. Todavia, enfrenta disputas intestinas à classe dominante...
  • SOBRE A OPERAÇÃO POLICIAL NA UFMG
      O Comitê Central da Refundação Comunista (CC-RC) manifesta o seu repúdio à operação policial desnecessária e arbitrária, realizada contra professores e dirigentes da UFMG a pretexto de apurar irregularidades na gestão das obras e demais intervenções preparativas ao Memorial da Anistia Política do Brasil, projeto nacional do Ministério da Justiça que está sendo implantado em Belo Horizonte. Obviamente, todas e quaisquer instituições e ações públicas podem e devem ser...
  • GRANDES CONFLITOS AFETAM OS POVOS – Resolução sobre a Situação Internacional
    I – A base econômico-social da crise planetária O mundo do capital está atravessado por grande instabilidade. Sempre o desenvolvimento burguês tem como núcleo central a acumulação de capital, que precisa gerar riquezas para atender às necessidades humanas, essenciais ou supérfluas. Mas tal processo é descontínuo, sinuoso, fragmentado e com turbulências periódicas. Marx abordou as crises durante o capitalismo livre-concorrencial, que podem manifestar-se através de ciclos curtos, de 3 a...
"Eles pensaram que estava tudo acabado em Mahagonny. Não, responderam os homens de Mahagonny!"
(Mahagonny Songspiel, de Brecht e Weil)
  • Artigos
  • ENFRENTAR E REVERTER O RETROCESSO CONSERVADOR – Resolução sobre conjuntura nacional
    I – A correlação de forças Os contornos mais gerais da luta de classes permanecem os mesmos: a conjuntura se desenvolve em um quadro de crise político-institucional, defensiva do campo...
    SOBRE A OPERAÇÃO POLICIAL NA UFMG
      O Comitê Central da Refundação Comunista (CC-RC) manifesta o seu repúdio à operação policial desnecessária e arbitrária, realizada contra professores e dirigentes da UFMG a pretexto de apurar irregularidades...
    GRANDES CONFLITOS AFETAM OS POVOS – Resolução sobre a Situação Internacional
    I – A base econômico-social da crise planetária O mundo do capital está atravessado por grande instabilidade. Sempre o desenvolvimento burguês tem como núcleo central a acumulação de capital, que...